quinta-feira, janeiro 07, 2010

Do alto dos seus 19 meses

Quando a Carolina nasceu, registei-me numa série de sites que pensei pudessem, de alguma forma, prestar-me informações úteis. Um deles, o da Dodot, de onde recebo uma newsletter que acompanha o crescimento da Carolina e me vai dando algumas dicas.

Hoje, ao ler o e-mail a propósito dos 19 meses da minha princesa, vejo que em termos de segurança, entre outras coisas, eles aconselham a testar a água do banho com o cotovelo. Será que há algum pai ou mãe que aos 19 meses de um bebé ainda não saiba ver se a temperatura da água está boa??? Enfim… Mas este era só um aparte, porque a parte interessante vem a seguir.

Um dos tópicos intitula-se “Lidar com um filho muito agarrado” e diz «Se lhe parece que o seu filho está a ficar muito agarrado ultimamente, não se preocupe. Esta é uma altura do desenvolvimento em que a independência está a emergir. Ele pode fugir de si, mas não quer que você o deixe. Não ande sempre atrás dele, mas também não ignore a necessidade que ele tem de você estar por perto. Ele precisa de saber que você está lá, mas também precisa de saber que você também tem necessidades. Deixe-o segui-la e descobrir que você ainda está ali. Quando ele se sentir mais à vontade com o facto de ser independente e se sentir mais seguro na certeza de que você estará ali por mais que ele cresça, ele tornar-se-á menos agarrado.»

Ora eu que nas últimas semanas vejo que a Carolina acorda a meio da noite só porque quer colo, fico um bocadinho mais tranquila e penso que não será a única. Mas e como resolver isto? Ela está pesada, mexe-se muito quando está ao colo e sabe – acho eu – que nós estamos ali no quarto mesmo ao lado, portanto, porque é que acorda só por uns minutos de colo? Normalmente pego-lhe e espero que volte a adormecer, mas também já a deixei quase duas horas aos berros, para lhe mostrar que não lhe posso pegar. Haverá por aí alguém com uma solução milagrosa? Ou é como tudo o resto, com muito amor e carinho tudo se resolve e ela acabará por entrar nos “eixos” e começar a dormir a noite toda?

2 comentários:

O Atelier da Imaginação disse...

Olá,venha visitar-nos,
http://atelierdimaginacaoeventos.blogspot.com/,
faremos da sua festa um momento inesquecível, e que se encaixe no seu orçamento.
Ate já.

andreia disse...

Fizeste-me lembrar os tempos em que escrevia coisas destas para os pais... como é que é possivel? EU?
Portanto tenho a certeza que a forma que TU encontraste foi sem dúvida a melhor. Porque se há alguém capaz de saber do tema esse alguém és mesmo tu!!!